Reforço da cooperação bilateral entre a França e Angola através de três novos projetos financiados pela AFD [fr]

O director do departamento África da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Sr. Christian Yoka, esteve em Angola de quinta-feira 12 até sábado 14 de Maio passados. Por essa ocasião, diversos acordos financeiros de envergadura foram assinados, ilustrando assim o novo estatuto da França em qualidade de parceira bilateral privilegiada do governo angolano, no âmbito de uma cooperação com campo e ambições em expansão e uma pasta de empréstimos estimada a 635 milhões de euros.

A França apoia a República de Angola na questão de melhoria para o acesso das populações à água potável e à electricidade, de diversificação económica e de criação de oportunidades de empregos para a sua juventude, no sector agrícola e através do acompanhamento de um programa de incubação de start-ups.

A cerimônia de assinatura de três acordos teve lugar em Luanda na presença do Embaixador de França em Angola, Sr. Daniel Vosgien, do conselheiro económico da Embaixada, Sr. Stephan Dubost, do director regional da AFD para a África austral, Sr. Bruno Deprince, e do director da AFD em Angola, Sr. Louis-Antoine Souchet.

As assinaturas respeitam os seguintes projectos:

  1. Um empréstimo orçamental de política pública de 200 milhões de euros, assinado pela ministra das Finanças, Sra. Vera Daves, que permitirá o acompanhamento das reformas complexas implementadas pelo Presidente Lourenço e seu governo, em estreita concertação com os parceiros multilaterais de Angola. Essas reformas visam melhorar o quadro macroeconómico do país, para o reforçar face aos choques económicos e torná-lo mais garante para os investidores e parceiros, constituem uma base fundamental para a diversificação a meio-termo da economia do país e proporcioná-lo uma orientação mais perene. Expertise France criará, para acompanhar a implementação deste projeto, um dispositivo de assistência técnica, num espírito de cooperação de ponto a ponto.
  2. Um financiamento em empréstimo soberano de 35 milhões de euros para a modernização da formação profissional agrícola que permitirá financiar a renovação de imóveis, modernizar o equipamento pedagógico e reforçar a qualidade dos ensinos ministrados, a fim de desenvolver o sector da agricultura em Angola e incentivar a criação de empregos neste sector.
  3. A AFD, em parceria com a associação francesa CODATU (Cooperação para o desenvolvimento e melhora dos transportes urbanos e periurbanos), também assinou um protocolo de acordo com o ministro dos Transportes, Sr. Ricardo de Abreu, destinado a elaborar um diagnóstico sobre a governança no secteur dos transportes urbanos, as redes existentes e o seu potencial de otimização assim como as necessidades em reforço de capacidades (gestão do tráfico, multimodalidade, bilhetagem, tarifação, manutenção, etc.). A viabilidade de investimentos em novos modos de transportes será estudada.

Estes três projectos sinalizam assim uma nova etapa na cooperação bilateral franco-angolana, num espírito de parceria que visa acompanhar os esforços de reforma, de diversificação económica e de modernização das infraestruturas empreendidas pelas autoridades angolanas.


© Governo de Angola

© Governo de Angola

© Governo de Angola

© Governo de Angola

‹ précédent | suivant ›

Atualização : 26/05/2022

Princípio da página