Assinatura dos Acordos sobre Mbanza Kongo e o Palácio de Ferro [fr]

O Ministério da Cultura, a Embaixada da França em Angola e a Total E&P Angola, assinaram na sexta-feira passada, dia 18 de Outubro de 2019, dois acordos durante uma noite de celebração da cooperação franco-angolana na área da Cultura, no Palácio de Ferro, no coração da cidade de Luanda.

A cerimónia de assinatura dos acordos foi presidida pela Ministra da Cultura Dra. Maria da Piedade de Jesus e contou com a presença do Embaixador de França Sylvain Itté, do Director Geral da Total E&P Angola, Olivier Jouny, de membros do executivo angolano e do corpo diplomático acreditados em Angola, representantes da sociedade civil e colaboradores da Total E&P Angola.

JPEG
De esquerda para direita: Sr. Thierry Valentin Conselheiro para a Cooperação e Acção Cultural da Embaixada de França / Dr. Aguinaldo Vieira, Secretário de Estado da Cultura / Sr. Oliver Jouny Diretor geral da Total E&P Angola / Sr. Sylvain Itté Embaixador da França / Dra. Maria da Piedade de Jesus Ministra da Cultura / Sr. Osvaldo Jorge de Campos Van-Dúnem Administrador da Endiama EP / Sr Biluka Nsakala Nsenga Diretor da Cultura província do Zaire.

Segundo o Embaixador da França, estes acordos “demonstram a excelência da Cooperação cultural franco-angolana” e “representam duas magnificas ilustrações daquilo que a cultura pode trazer de melhor na aproximação e, portanto, a compreensão entre os seres humanos”.

1) Acordo de Financiamento da Implementação do Plano de Gestão do Centro Histórico de Mbanza-Kongo

O Centro Histórico de Mbanza Kongo, na capital da província do Zaire, foi classificado Património Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) a 8 de Julho de 2016. Na altura, a organização recomendou a implementação de projetos de conservação, preservação e valorização deste sítio histórico.

Neste âmbito, um acordo foi assinado entre o Ministério da Cultura, representado pelo Secretário de Estado da Cultura Dr. Aguinaldo Vieira, a Embaixada da França representado pelo Conselheiro para a Cooperação e Acção Cultural da Embaixada de França, Thierry Valentin, e pela Total E&P Angola representado pelo seu Director Geral, Olivier Jouny.

JPEG

Como sublinhou a embaixador da França, era importante agir para a “preservação deste património reconhecido como histórico e vivo, bem como pela sua valorização pedagógica e turística”. Ele afirmou que a França apoiou, desde da primeira hora, a candidatura do sítio histórico e a cooperação tripartidária, sendo a última “um modelo de cooperação entre os poderes públicos angolanos e franceses, e o mundo empresarial”.

2) O acordo sobre a reabilitação do Palácio de Ferro

Este acordo, assinado pelo Ministério da Cultura e a empresa Total E&P Angola, tem como objetivo de estabelecer os princípios sobre a preservação e a sustentabilidade deste edifício que é o fruto da estética do conceituado Gustave Eiffel.

JPEG

Este projeto pretende transformar o Palácio de Ferro em espaço cultural de qualidade acessível para todos, residentes ou visitantes da cidade, e que “valoriza o que há de melhor nas culturas angolanas e francófonas, designadamente africanas”. O Embaixador da França concluiu reafirmando o seu empenho pessoal, “pode contar comigo, Senhora Ministra, para acompanhar pessoalmente este projeto, e mobilizar todos os nossos parceiros franceses e francófonos com vista a concretizá-lo”.

PNG

Ao longo da noite os convidados também puderam apreciar actuações artísticas, oferecidas pela Alliance française de Luanda, do grupo tradicional Kilandukilu, do cantor Gari Sinedima e da companhia de dança Kissanguluka.

JPEG

Atualização : 22/10/2019

Princípio da página