Apoio do SCAC ao Ministério do Ensino Superior Angolano

10 Docentes universitários angolanos beneficiaram dum estágio em Instituições francesas de Ensino Superior


- No âmbito do seu apoio ao Ministério de Ensino Superior angolano, o Serviço de Cooperação e de Acção Cultural da Embaixada de França em Angola financiou a implementação de estágios de reforço de capacidade em benefício de docentes universitários angolanos.

- Duma duração de um mês, a contar do dia 7 de Novembro de 2016, estes estágios tiveram lugar em instituições francesas de Ensino Superior : 6 em alguns Institutos Universitários de Tecnologia (Cidades de Brest, Caen, Nantes, Rennes, Toulouse), 2 no IFREMER Palavas les Flots e 2 na Universidade Tecnológica de Compiègne.
O objectivo é dar um contributo para a formação de docentes angolanos envolvidos no projecto FSP de Cooperação universitária França-Angola, designado «Empregabilidade dos jovens: as parcerias público-privadas ao serviço da formação superior em Angola».

- Este projecto visa a criação, em algumas universidades públicas, de novas formações universitárias profissionais relacionadas com a necessidade de quadros intermediários cujo país precisa para o seu desenvolvimento.
Trata-se de cinco formações ao nível da Licenciatura: Gestão Logísticas dos Transportes (província de Benguela), Engenharia hidráulica e Tratamento da água (província do Uíge), Engenharia Electrotécnica (província do Cuanza Norte), Engenharia Electromecânica (província de Lubango), Aquacultura (província do Huambo), e ainda uma formação ao nível do Mestrado (Master) em Engenharia dos Sistemas Industriais (Luanda).

- Todas as acções estão realizadas com a perícia de instituições francesas, o apoio do Centro Internacional de Estudos Pedagógicos (CIEP) e da Campus France.

Contacto : Philippe MAKANY, Perito Técnico Internacional, Chefe de Projecto pela parte francesa.
philippe.makany@unicaen.fr

Atualização : 12/01/2017

Princípio da página